Dicas

Imposto de renda – Declarando a Comissão

A época de declarar o Imposto de Renda já passou, mas é extremamente importante saber como declara a sua comissão. Normalmente o prazo para declarar é de 1º de março à 30 de abril, através do programa do IR 2018. Deve fazer a declaração todo contribuinte que tenha recebido rendimentos acima de R$ 28.559,70 no último ano.

Além destes, também devem declarar o imposto quem recebeu renda isenta, tributável ou não tributável com soma maior a 40 mil reais. Ganhos na alienação de bens ou direitos e contribuintes com valores acima de 142 mil reais em atividade rural. A ausência da declaração é passível de multa de valor mínimo R$ 165,74.

 

imposto-de-renda-banner-permutando-


Para profissionais autônomos, o cálculo é feito com os rendimentos recebidos de acordo com a Tabela de Imposto de Renda. Neste cálculo a alíquota varia entre 7,5% e 27,5%. O envio desses valores deve ser feito na ficha de Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Física. Valores recebidos de imóveis alocados devem ser declarados também nesta ficha.

Como declarar a comissão no imposto de renda?

É importante que todo o rendimento recebido em forma de comissão também esteja contemplado na declaração de Imposto de Renda. Assim conseguimos evitar que se caia na malha fina do Fisco. O valor tributado pode chegar a até 27% de IR mais 20% de INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Em caso de contratado profissional, deve-se informar os valores na ficha “Rendimentos Tributáveis recebidos de Pessoa Jurídica”. Se o pagador for uma empresa ou pessoa jurídica, é necessário que a documentação de rendimentos seja solicitada na empresa para que auxilie na declaração do Imposto.

Outros documentos que são necessários para declarar o imposto de renda são o CPF, comprovantes de venda de bens. O controle de compra e venda de ações, comprovantes de pagamentos de plano médico e odontológico também não podem faltar. Comprovantes de despesas escolares, comprovantes de pagamentos à previdência e recibos a prestadores de serviços são documentos que frequentemente são esquecidos.

Portanto, caso você não saiba ou consiga realizar tudo isso sozinho, procure um profissional para declarar o seu imposto de renda. Cumprindo os prazos e estando dentro do preenchimento adequado das informações, os contribuintes terão mais cedo as restituições realizadas, caso possuam direito às mesmas.

 

Para dicas e informações sobre o mercado imobiliário continue acessando o Central do Corretor ou acesse o Blog do Permutando!

Quer receber notícias como essa no seu e-mail? Cadastre abaixo e aproveite:

Comentários