Mercado

Vistoria imobiliária: é importante?

Provavelmente você tem um carro ou conhece alguém que tem e já deve ter ouvido falar em vistoria. A vistoria pretende checar os requisitos mínimos do carro e verificar se o veículo está apto para circular.

Caso você compare os preços de carros e imóveis, provavelmente perceberá uma grande diferença. Então fica a dúvida: por quê os carros precisam, e a vistoria imobiliária não é obrigatória?

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 728x90-1.gif

Como funciona a vistoria imobiliária?

A vistoria pretende apresentar um documento oficial referente as condições de um determinado imóvel, além disso, evitar futuros problemas judiciais. Uma vistoria é composta por um laudo com fotos e anotações. Existe o chamado Laudo de Entrada e o Laudo de Saída. O primeiro, é o laudo que será comparado com o segundo para verificar se houveram mudanças no imóvel como: avarias, reformas, entre outras.

Tipos

Durante muito tempo a vistoria foi datilografada e hoje em dia ela é feita por meio de fotografias. As vistorias são mais comuns para locação, mas se fazem extremamente importantes também na venda, pois validam o que foi ofertado pelo proprietário.

Imparcialidade na vistoria

Muitas imobiliárias fazem a própria vistoria de seus imóveis, porém é fundamental que haja imparcialidade na vistoria. Existem opções como: utilizar outras imobiliárias parceiras para realizar a fiscalização ou contratar uma empresa especializada em vistorias.

Podemos concluir que a vistoria é fundamental tanto para o locatário, como para o locador. Evitar dor de cabeça através de imbróglios jurídicos é o que todos nós queremos, certo?

Portanto, para dicas e informações sobre o mercado imobiliário continue acessando o Central do Corretor ou então acesse o Blog do Permutando! Quer receber dicas como essa no seu e-mail? Portanto, cadastre-se abaixo e aproveite!

Comentários