Dicas

Avaliação de imóveis: deve ser feita por quem?

Para realizar uma avaliação imobiliária é preciso ter capacitação técnica e seguir as Normas Brasileiras de Avaliações. Pela lei 5.194, a avaliação de imóveis deve ser feita por profissional registrados no CREA (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia).  Algo que nos faz achar só pode ser feita por arquiteto, engenheiro ou agrônomo, mas não é bem assim.

De acordo com o IBAPE (Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia), é comum ver corretores divulgando estimativas de preço. Baseados nas opiniões sobre comercialização imobiliária, geralmente, eles inserem valores que não correspondem ao valor exato do imóvel.

avaliação-de-imóveis-banner-permutando

O corretor de imóveis é o profissional envolvido diretamente na negociação, a quem cabe vender os imóveis. Já o engenheiro de avaliações é um analista do mercado, cuja função é determinar com exatidão quanto vale um imóvel. Cada ponto deve ser analisado com cuidado para que não haja divergência no valor do lote e nem do imóvel. Além disso, os engenheiros e arquitetos têm a norma da avaliação de imóveis urbanos, NBR-14653-2, da ABNT, que lhe dão todo o respaldo para realizar avaliação de imóveis.

Quem é habilitado para realizar uma avaliação de imóveis?

O relatório de avaliação feito pelo corretor de imóveis é denominado na Resolução 1.066/2007 como “Parecer Técnico de Avaliação Mercadológica”. Para os engenheiros e arquitetos a NBR-14653-2 denomina “Parecer Técnico” o trabalho mais simples, prático e sem muitos recursos. Já os laudos de avaliações são relatórios que exigem maior domínio científico, principalmente na estatística que cuida da regressão múltipla.

Os corretores de imóveis inspiram confiança em trabalhos de avaliação de imóveis devido a um trecho da Resolução 1.066/2007. Esta resolução determina que o corretor só poderá fazer o relatório de avaliação quando for possuidor de diploma de curso superior em gestão imobiliária ou curso equivalente e possuidor de certificado de especialista em avaliação imobiliária fornecido por curso reconhecido pelo COFECI.

Logo, é de suma importância ter um vasto conhecimento técnico para realizar a avaliação de imóveis. Em uma avaliação faz-se necessário uma pesquisa imobiliária detalhada, aplicação de metodologias e técnicas científicas. Isso sem citar os conhecimentos gerais dos mecanismos da cidade e do mercado imobiliário. Caso o corretor não tenha registro no CREA, não significa que lhe falte capacidade para avaliar com exatidão um imóvel.

Continue acessando o Central do Corretor para mais dicas e informações sobre o mercado imobiliário.

Quer receber notícias como essa no seu e-mail? Cadastre abaixo e aproveite:

Comentários